Home » » Meu esposo queria ser Corno - E o caseiro fodeu meu rabão

Meu esposo queria ser Corno - E o caseiro fodeu meu rabão

Loira 

e rabuda, fodida pelo caseiro !

Eu me chamo Ana e vou chamar meu marido apenas como “meu esposo”. Eu tenho 34 anos, meu marido tem 30 anos, sou loira, e tenho algo que os homens adoram, bunda grande, chama atenção, a ultima vez que medi, eu tinha mais de 130cm de quadril, pois é empinada e grande, então fico escandalosa em qualquer roupa que coloco, além dos meus seios que também são volumosos.

Meu esposo é uma pessoa muito batalhadora, quando o conheci ele tinha apenas 24 anos, mas já era uma pessoa muito promissora no ramo no qual ele atua. Nos conhecemos na faculdade, aluno muito aplicado, eu sempre fiz jus a cor dos meus cabelos...”loira”, nunca me importei com as piadinhas, nem sei como conseguir terminar os estudos, acho que por causa das colas que eu recebia, todos querem ajudar a “gostosona”, homens são todos bobos, nao aguentam ver uma bunda que fazem qualquer coisa.

Quando conheci meu esposo ele já sabia mais ou menos quem eu era, já sabia da minha fama de “mina rodada”, tive muitos namorados, eu nunca fui tímida, tava afim de um cara eu ia e dava em cima dele, sempre gostei de sexo, sempre gostei de seduzir os homens, de andar bem arrumada, piriguetona, roupas justas, calcinhas pequenas e sempre marcando. Adoro usar essas legging´s bem justas que chega a comer a bunda, pois divide a bunda e fica bem sexy, ou senão, o vestidinho básico, decotado e meio justo. Meu esposo já me conheceu assim. Mas ambos nos apaixonamos um pelo outro, ele é moreno, eu adoro negros, mas casei com um moreno, quase todos meus namorados eram negros, e detalhe não gosto de pinto pequeno, para me agradar tem de ser com 18cm pra cima.

Quando começamos a sair ele implicava com minhas roupas, com minha calcinhas marcando, mas ele viu que nao adiantava reclamar, eu era assim e nao iria mudar.

Namoramos e casamos, mas ainda assim morria de ciumes do meu passado, combinamos que seríamos sinceros um com o outro, mesmo que a verdade desagradasse. Então sempre que algum ex- me ligava eu falava pra ele, ou mesmo mandasse e-mail, tanto que dei as senhas do meu e-mail pro meu esposo, não queria que ele desconfiasse de mim.

Um dia, me mandaram um e-mail bem pornografico, era de um ex, que era tarado por mim ou melhor pela minha bunda, namorei com este cara por cerca de 1 ano e depois sempre que podiamos saímos, ele era muito bom de cama.

Segue cópia do e-mail que ele mandou:

“Boa tarde gostosa !

Hoje lembrei de você e quis te escrever, pois quando lembro dos ótimos momentos que passamos juntos, fico excitassímo e tenho que homenagear você. Pego alguma foto sua de calcinha ou bikini e bato uma bem gostosa pra este rabão que um dia foi meu. Guardei todas as fotos que tiramos juntos, é uma bela recordação. Adorava foder este teu rabo, arregaçar esta tua boceta e ver você gozar, como uma vagabunda. Lembra de como vc vinha a minha casa vestida ? Eu colocova meu colchão no chão, você de 4 e eu fodia você até não querer mais, principalmente este cú seu, lembra-se quando vc sentava este rabao nos meus 23cm de pica e pedia pra eu foder seu cu de vagabunda, vc dizia “ fode o cu desta vagabunda, esta bunda grande merece pica grande, este cu merece ficar arregaçado, arrombado, pois eu sou uma puta que merece tudo isso“, olha sinceramente, nunca fodi um igual ao seu ainda, adorava ver seu cu arregaçado escorrendo porra e tirar fotos e ver vc fazendo poses como uma atriz porno, adorava receber mensagens suas, dizendo que estava com o cuzinho doloridinho pois tinha levado muita pica, era demais pegar minha pica e bater ela na sua cara e xingar você de vagabunda, puta, piranha de vários nomes que sei que você adorava, e depois esporrar esse seu lindo rostinho de modelo, gata você é completa, você nao sabe como me arrependo de ter deixado você, a maior besteira da minha vida, se quiser, sabe onde eu moro e sabe meu numero também, um beijo, saudades e desejo tudo de bom pra vc, não se preocupe com as fotos, estão bem guardadas, jamais faria ou farei algo pra te prejudicar.“

Eu li este e-mail mas não apaguei, fiquei pensando se deveria ou não mostrar ao meu esposo, toda vez que eu mentia pra ele, sempre acabava descobrindo depois, e eu prometi pra mim mesma que nao omitiria e nem mais mentiria pra ele, sobre nada do meu passado.

Não apaguei deixei na caixa de entrada, 3 dias depois decidi que deveria mostrar, isso era, se ele já nao tinha visto, já que tinha minha senha. Quando ele chegou do serviço a noite, eu me vesti especialmente, bem putinha do jeito que ele gostava, bem perfumada, com baton vermelho, vestido escandaloso, ele adorava chegar em casa e me encontrar assim. Depois que jantamos, chamei ele proximo do computador e disse que queria mostrar algo, mas antes fiz ele me prometer que nao ficaria zangado comigo, pois isso fazia parte do nosso pacto de sermos sempre sinceros um com o outro.

Falei que meu ex- havia enviado um e-mail pra mim, bem pornografico, se ele quisesse ler, estava ali, se nao quisesse eu apagaria e pronto assunto resolvido.

Mas ele disse que gostaria de ler e me prometeu que nao ficaria zangado e que quando brigassemos nao jogaria isso na minha cara, fui pro sofa e deixei ele sozinho lendo, daí a pouco ele me chamou me abraçou e senti a pica dele dura, e me perguntou se aquilo era realmente verdade, se eu tinha aguentado 23cm de rola na minha bunda, ele estava enconchando minha bunda, e virei o pescoço e disse, vc acha que um negão irá dá moleza pra uma gostosa como sua esposa ? Ele fez tudo isso mesmo, tudo é verdade, percebi que ele ficou mais excitado, e disse, como a minha esposa é vagabunda, e ainda ficou regulando este rabo pra mim, e é verdade quando dei o cu pro meu esposo, já fazia 6 meses que namorávamos. Eu fiquei provocando ele, dizendo que o negão arrombava o cu da mulher com quem ele casou, comia tanto que me largou porque eu era muito puta pra ele, e é verdade isso, por causa disso terminamos. Não demorou muito meu marido disse que ia gozar, me abaixei rapidamente e recebi uma esporrada na cara. O assunto naquele dia acabou. Mas depois fiquei pensando, qual marido leria um e-mail assim e ficaria excitado ?

Conforme os dias foram passando ele perguntava se algum ex tinha enviado e-mail pra mim, ou pegava videos eroticos e me mandava e perguntava se eu ja tinha feito algo igual a atriz porno, o que era verdade eu dizia q sim e do contrário também, eu nao mentia. E normalmente era sempre alguma atriz fazendo sexo anal, ou videos de suruba, ou recebendo dois homens numa DP. Esses de DP eu negava, o que era verdade nunca tinha feito uma DP, embora ele nao acreditasse. Mas ele mandou um com uma mulher mamando duas picas, e recebendo porra na cara, esse eu disse que ja tinha passado por situação igual, aí foi q ele duvidou mesmo de que eu nunca tinha feito uma DP, a verdade era que eu ja tinha transado com dois homens, mas nunca fiz uma DP, nao sei dizer porque nao fiz, foi a unica vez que possui dois machos e nao rolou dupla penetração, apenas enquanto eu chupava um o outro metia e vice-versa. Ele demorou a acreditar, mas acabou acreditando, eu nao tinha razão pra mentir.

E meu esposo ficava excitadissimo, quando eu falava essas coisas pra ele, aí ele me pedia pra dar detalhes das minhas transas, ele queria saber tudo, e eu contava, não demorou muito, e ele me perguntou se eu transaria com outro homem com ele vendo , eu disse que não, eu nao queria ter a vida promiscua que tive no passado. Mas ele sempre tocava no assunto, sempre conversamos sobre o assunto, e a minha resposta era sempre a mesma, pois eu nao achava isso correto, achava que isso acabaria com nosso casamento. Mas isso só fazia com que ele gostasse de me exibir mais, adorava quando me via sair escandalosa na rua. Os amigos dele babavam por mim. Ele adorava e sabia disso. Ou seja, nao implicava mais com minhas roupas, do contrário incentivava eu usar.

Depois de 2 anos com ele insistindo, eu perguntei se ele realmente queria me ver dando pra outro homem, se suportaria me ver gemendo, se aguentaria levar um chifre, ver um cara metendo no meu rabão bem gostoso e eu pedindo mais. Porque ter uma fantasia é uma coisa, realizar a fantasia é outra. A resposta dele foi: é tudo que mais quero, eu respondi, então aguarde que você vai levar um chifre, mas não reclame, pq eu vou sair com a pessoa que eu quiser, e será como eu quiser. Combinado não sai caro.

Nunca vi alguem tao ansioso pra ser corno, as vezes eu me perguntava se aquilo era realmente possivel, mas deixei os grilos de lado, e comecei a pensar em como faria aquilo.

Neste intervalo de tempo, nós tínhamos comprado um sitio, já fazia uns dois anos, onde construimos casa, piscina, nada muito sofisticado, mas de extremo bom gosto. E nos ultimos 8 meses haviamos contratado um caseiro pra tomar conta do sitio, vou chamá-lo de Antonio, era um homem negro, mas negro mesmo, era baiano, tinha na faixa de 45 anos, nao tinha familia, era separado da mulher, e tinha porte fisico até bonito, é alto e forte, nada de academia, aquilo era do trabalho duro mesmo da roça, dizendo ele que sempre trabalhou duro.

E derrepente eu comecei a olhar aquele homem com outros olhos, não era bonito, mas eu me sentia atraída porque aquele macho, rústico, grosso e indelicado, tinha maos cheias de calo.

Vi ali a oportunidade de realizar a fantasia do meu esposo. Quando meu marido me cobrava, eu dizia que ele nao perdia por esperar, pois ele ia levar um chifre.

Sempre que eu ia pro sitio, seu Antonio nos respeitava muito, o caminho dele era das plantações pra casa onde ele morava, o casa do caseiro é um pouco separada da nossa. Mas que dá perfeitamente pra ver a nossa casa,

E eu ia toda escandalosa, mesmo antes de aceitar as fantasias do meu esposo, mas nunca fui muito de conversar com ele, sempre quem acertava tudo era meu esposo. Mas derrepente comecei a mudar, passei a conversar mais com seu Antonio e até a fazer comida pra deixar pra ele.

Bem, eu passei a ter desejo por aquele baiano, ainda mais que baiano tem uma fama de comedor, era um negão gostoso, passei a olha-lo com outros olhos e desde que ele estava lá no sitio, nunca vi rastros de mulher por lá. Um sábado eu precisei ir ao sitio sozinha, levar mantimentos pro seu Antonio, a pedido do meu esposo que nao poderia ir por causa do trabalho. Após meu marido sair pra trabalhar, tomei um banho me arrumei, coloquei uma legging bem justa, muito escandalosa, dessas que fica meia transparente, uma blusa com decote e uma sandalia com salto, peguei o carro e segui pro sitio que fica a 70km da nossa casa, seu Antonio sabia que eu iria sozinha, pois meu marido ja tinha ligado pra ele, quando cheguei eu buzinei, ele abriu o portão eu desci do carro e pedi pra ele descarregar, pois tudo aquilo ali era pra ele. Tenho certeza que seu Antonio ja me cobiçava antes, mas sempre me respeitou, mas provavelmente por causa das roupas, mas de agora em diante ele iria cobiçar mais ainda. Peguei uma sacola leve e fui caminhando na frente dele, e ele veio atrás de mim, coitado deve ter ficado de pau duro. Pois a legging q eu usava mostrava claramente o tamanho da minha calcinha. Entrei na casinha dele, conversamos um pouco, ele adora conversar, pois fica sozinho a semana inteira e nem toda semana vamos ao sitio, ele é uma pessoa muito confiável. Por isso deixamos o sitio nas maos dele eu sempre querendo me mostrar pra ele, percebi num momento que ele olhava minha bunda, mas logo ele disfarçou. Perguntei pra ele se a piscina estava limpa, ele confirmou que sim. E falei que tava pensando em dar um mergulho, pois estava muito calor. Eu nao era mais a menina desinibida de quando solteira, que quando queria um macho, simplesmente conseguia, agora eu nao sabia direito como fazer aquele homem me comer, uma pq eu sou a patroa dele e outra o respeito q ele tem pelo meu esposo. Lembro que um dia meu marido comentou que seu Antonio olhou minha bunda, mas foi um papo rápido.

Voltando, fui em direção a minha casa do sitio, e disse ao seu Antonio pra descobrir a piscina e pegar uma cerveja pra tomarmos, pois estava calor demais. Eu tava inventando desculpa pra ele ir me ver na piscina, nunca antes tive essa liberdade com ele. Fui abri a casa pro vento entrar, fui ao pequeno guarda-roupa que temos no quarto e escolhi um bikini vermelho, modelo asa delta, que ficou totalmente enterrado na minha bunda, muito escandaloso.

E como que por descuido eu trouxe a legging que eu estava vestida e calcinha e deixei na mesinha proximo a piscina, totalmente visivel.

E entrei pra piscina de onde eu avistava seu Antonio na cozinha dele, ele ja tinha descoberto a piscina e voltado, pra casinha dele, dei um mergulho na piscina, e depois gritei pra ele trazer a cerveja.

Ele veio com uma lata na mão, logo eu perguntei se ele nao iria me acompanhar, ele meio com vergonha disse que nao tava com vontade, e ordenei que ele fosse pegar outra cerveja, colocasse uma bermuda ou uma sunga e voltasse. Ele foi, demorou uns 20 min e voltou de sunga com uma latinha na mão, mas uma coisa era certa, o volume da sunga era o que me impressionava, lembrei dos cabos de enchadas que eu já tinha enfrentado na minha epoca de solteira. Saí da piscina e só pra me exibir também, e falei pra ele ficar a vontade, pois eu tinha certeza que meu marido não ficaria zangado em saber que ele me fez companhia. Enquanto isso coloquei uma saia branca, transparente, que me deixou escandalosa. Imaginem, um bundão com um bikini vermelho enterrado e os peitos teimando em sair da parte de cima do bikini.

Era visivel a timidez dele, mas aos poucos começamos a conversar sobre algumas coisas do sitio, eu apenas concordava, pois nao tava o minimo interessada no assunto.

Eu percebia que ele me dava umas comidas de olho, a cerveja nos deixou mais soltos, ele deu um mergulho e eu observava. Quer saber, eu estava doida pra ser puta daquele negro pauzudo e por um belo par de chifres no meu marido. Enquanto ele tomava banho eu fui preparar algo pra comermos, algumas comidinhas semi-prontas que eu havia trazido, eu já tava planejando isso fazia tempo entao vir preparada.

Comemos e bebemos mais cerveja, ele ja tinha perdido a timidez eu mais ainda, tanto que parei de beber, pois eu ja tava soltinha, tomei coragem me deitei na beira da piscina e pedi. “ Seu Antonio passa protetor em mim” ele simplesmete pegou o protetor e passou, este homem alisou minha bunda com aquelas maos asperas, eu tava excitadissima, com aquilo, o caseiro iria comer a madame loira e rabuda, eu ja estava fácil, quando ele terminou, me desvirei e falei, ei nao terminou ainda, e puxei a parte cima do bikini e meus seios ficaram a mostra, ele nao disse nada, simplesmente estendeu as maos pra mim, levantei e já me beijou, e disse “ já sei o que a senhora quer”, cai nos braços do negão, fui encochada na parede, e me levou pro quarto da minha casa, eu sentia aquele pau grosso e grande encohcar minha bunda ou minhas cochas, eu estava a mercê daquele tarado. Ele me colocou de joelhos e ficou em pé, logo eu entendi a senha, aquele pau negro da minha frente nao resisti, mamei, era grosso, e grande, mas nao era o primeiro da minha vida. Ele disse, vc faz ideia vagabunda de quantas punhetas já bati pra você, quantas vezes nao esporrei suas calcinhas que você deixou neste varal. Eu ali submissa nas maos àsperas daquele macho viril, eu estava excitada muito, me deitei na cama ele tirou meu bikini e empurrou a rola, senti minha xana rasgar, fazia tempo q eu nao sentia algo assim, bombou minha boceta raspada, ele sabia pegar uma mulher me fez sentar em cima e rebolei igual uma vagabunda, e aquele filho da puta nao gozava, eu ja havia gozado umas 3 vezes, mas logo descobri a estrategia dele, quando passou o dedo no meu precioso, meu buraquinho, que fazia tempo que só pertencia ao meu esposo, eu fiz charminho, mas logo ele cuspiu na mao e começou a enfiar o dedão, quando vi ja estava entalada com aquela tora no rabo, dizendo “ai meu cu seu Antonio, por favor nao judia dele, senao meu marido vai perceber” quanto mais eu falava mais ele socava, e dava tapas na minha bundona, e me xingava de vagabunda, e dizia “ toma nesta bunda sua piranha, sente uma pica de verdade neste cu branco, sua puta”, nao satisfeito me pegou e me fez sentar em cima da rola dele, eu ja estava arrombada, com a bunda vermelha de levar tapas e com o cú somente o buruco, eu sentei em cima e rebolei, e ele segurou meu bumbum e senti pulsar dentro de mim. O Coroa gozou tanto que quando sai de cima a porra escorria, ele me fez deitar pra levantar minhas pernas pra ficar vendo meu cu escorrendo porra e sujado o lençol. Nos recompomos, ele foi pra casinha dele e eu tomei um banho e tava dolorida, percebi que meu marido tinha razao eu tava precisando daquilo, me sentia renovada. Saí do banheiro me enxuguei na toalha e fui pegar minha roupa que ficou na mesinha, só estava a legging e a blusa, faltava a calcinha, vesti sem calcinha mesmo, neste tempo seu Antonio voltou com a calcinha na mao e disse, vou ficar pra lembrar da senhora, me pegou e me beijou rolou um tesao de novo, mas isso ja era 6hs da tarde eu tinha passado o dia no sitio, tava na hora de voltar, tive que acalmar o coroa, mamei aquela pica de novo até ele gozar, o que foi meio dificil, mas consegui gozou na minha boca. Me levantei e fui ao banheiro limpar ele me segurou pelo braço e disse a senhora vai embora assim, beijar o corno do seu marido. Fui embora daquele jeito mesmo, recomendei a ele que aquela aventura nunca tinha acontecido, ele disse que eu poderia ficar sossegada.

Cheguei em casa o corno estava no sofa me esperando, mal sabia ele que enquanto trabalhava, levava um chifre.

Depois conto, como confessei a ele sobre seu Antonio e outras historias minhas.

Share this article :

+ comentários + 9 comentários

Anônimo
20 de novembro de 2013 10:03

Que conto da hora!! Fiquei de pau duro pensando em.como dever ser esse rabao guloso! Sou de Sp Capital e se vc quiser colocar mais um chifre no maridao,entre em contato! Quem.sabe o negao nao se junta a nos e deixa o corninho mais feliz! E vc tbm! Vamos nos corrwsponder!? 11 976066360 ou danielrosario.souza@gmail.com

Anônimo
12 de abril de 2014 03:25

Meu sonho de consumo era q minha esposa fizesse isso comigo,porem queria estar presente!

Anônimo
12 de abril de 2014 03:34

Poderiamos nos conhecer! Somos casados e fantasiamos muito isso....meu marido ficou louco de tesao,principalmente a parte q vc descreve sua bunda grande e deliciosa....nunca vi ninguem mais tarado por bunda grande do q meu marido....nosso email chuckynorrys3@hotmail.com Temos sexlog, mais nenhuma experiencia

Anônimo
24 de junho de 2014 18:49

Oi prazer william santos. sou de
são José dos Campos/SP adoro amizade em segredo rsrs, tenho
25 anos sou bem apresentavel acho qe vao adorar'. Casais e Mulheres são muito bem vindos.
adoro uma festinha a tres.
meuwhatssap (12) 81719020.
ou email william.i9@hotmail.com
tenho 1.72 de altura, corpo legal, dote 19cm grosso e lisinho,
as veias do meu pau sao saltadas aguardo contato. Bjs e abraço. william ;)

Anônimo
21 de julho de 2014 05:21

Sou de ctba!tenho vontade dw foder uma esposa c.marido presente.at. amigodoscasais08@gmail.com

21 de julho de 2015 12:45

Sou um negao comedor meu zap 081995412181

30 de março de 2016 16:57

delicia de esposa maravilhosa eu sou comedor de casada sp whatsapp11982530669 joelmir_2010@hotmail.com

1 de maio de 2017 11:01

olá,sou fabio de campinas/sp,moreno,1.70m,75k,atletico,saudável,ótima higiêne pessoal,sigiloso ,discreto,quero ser amante de uma casadinha,melar toda á bucetinha dela p/ o marido se deliciar, me manda um email,ou me adiciona no skyp, e vamos combinar algo. fabio_pinto22cm@hotmail.com / cel ; 19-983706207

20 de julho de 2017 17:31

Oi, amigo! Boa noite!
Gostaria de uma parceria de blog, mas não encontrei o banner do seu blog!
O meu é: http://nossacrenca.blogspot.com.br
Qualquer coisa me avise, por favor! Vlw!

Postar um comentário